Qual o valor da sua empresa?

Saber o quanto a sua empresa vale é de extrema importância na hora de receber um investimento, e alavancar os negócios.  Mas afinal, como saber qual o valor da sua empresa?

A resposta para essa pergunta está no valuation, termo em inglês que significa avaliação de empresas, é um processo de avaliação que permite saber o valor de uma empresa. Para esse cálculo, é preciso ter o conhecimento real da sua empresa, questionando se o valor que os acionistas e administradores enxergam, é o mesmo valor visto pelo mercado.

Essa metodologia, é feita através de uma avaliação financeira e quantitativa da sua empresa, pelo fluxo de caixa e as projeções do negócio. Com essa análise, é mais fácil estimar os valores para captação de um investimento, sócios para negócios e a captação de crédito. Mas vale lembrar que para o cálculo do valuation, não há uma exatidão de valor, a confiabilidade do resultado depende da percepção do mercado e da lógica embutida nas decisões do empreendedor.

Outra vantagem do valuation é permitir negociar de forma justa a participação societária do investidor e também ter um argumento para buscar investimentos. Isso vale para as startups, em que a captação de investimentos faz parte do modelo de negócio. Internamente, conhecer o valor do negócio serve para projetar cenários, o que auxilia na gestão. Para os investidores, ele permite encontrar boas oportunidades de negócio oferecidas pelo mercado de capitais.

Antes de entender como o cálculo é feito, é importante entender a diferença entre os termos utilizados pelos investidores:

Pré-valuation ou premoney: Se refere ao valor do empreendimento antes de receber recursos, ser fundido com outra organização ou até ser vendido.

Pós-valuation ou postmoney: É o valor da empresa somado ao montante aplicado no negócio por investidores, sócios ou ainda por instituições financeiras.

A diferença entre eles reflete o comportamento dos investidores que analisam diferentes aspectos de um negócio, projetando o crescimento e faturamento com os recursos que podem vir a ser aplicados em uma empresa.

Há diversos modos para calcular o valuation, confira os quatro principais:

1.    Método do fluxo de caixa descontado

É o método mais conhecido e em comparação com os outros, é bastante preciso. Para calcular dessa maneira, é preciso analisar o fluxo de caixa, assim como estabelecer a taxa de desconto, que representa a desvalorização do dinheiro ao longo do tempo. Depois, soma-se todos os fluxos de caixa, subtraídas as taxas de desconto.

2.    Método de liquidação de ativos

Ele é feito quando os sócios decidem encerrar as atividades ou vender a empresa. Nesse caso, é necessário somar todos os ativos e subtrair os passivos, considerando também os bens materiais da empresa.

3.    Método de múltiplos de mercado

Ele também é conhecido como avaliação relativa e é utilizado para comparar os múltiplos do negócio avaliado com o de outros que atuam no mesmo setor do mercado. A metodologia pode ser mais simples, o que permite avaliações rápidas.

4.    Método do capital de risco

Com base nesse método, o investidor consegue saber quanto pode ganhar caso retire o investimento. Ele parte do ponto de vista do investidor, avaliando o retorno financeiro que uma empresa pode trazer dentro de um determinado período.

Todos os processos envolvidos para definir o valor de uma organização são valiosos instrumentos de gestão financeira. Além de ajudar a calcular o preço de uma empresa, esses instrumentos podem impulsionar os investimentos e crescimento do negócio. 

Enviar um comentário